O Hino

Tão saudosos e intensos os tempos vividos em Ouro Preto e na república Ninho do Amor que muitos anos depois de formados ainda sonhamos como se estivéssemos vivendo aqueles momentos.

Estes sentimentos são bem retratados pelo hino da eterna República Ninho do Amor, composto pelo Ex-Aluno José William Campomizzi (Graia).
 
Melodia de: "A Praça"
 
Texto:

Hoje eu acordei com saudades lá da Ninho,
Lembrei daquele quadro que um dia eu lhe ofertei,
Sentei naquele banco de buteco só porque,
Foi lá que pra República eu entrei.

Aqueles passarinhos todos bem me receberam,
E logo perceberam que eu era um tigrão.

Ficaram tão contentes e até reconheceram,
Que um dia eu virei Doutor Malão.

A mesma casa, o mesmo quarto,
A mesma mesa que um dia eu ferrei.
Tudo é igual, mas estou triste,
Ainda não sei porque um dia eu formei.

Ainda não sei porque um dia eu formei.
 

Acervo

kpeta.jpg
  • Atenção Calouros

    A república Ninho do Amor oferece vagas para alunos de Engenharia e Computação. Apareça para conhecer nossa casa!!    

    Leia Mais
  • 1

Curiosidades

  • Coisas boas não são esquecidas

    Na vida algumas coisas nos surpreendem e nos encantam e uma delas é a República  Ninho do Amor. Sempre havia ouvido falar sobre as repúblicas de Ouro...

  • Rebelião em Vila Rica

    No ano de 1957, exatamente o mesmo ano de fundação do Ninho, Ouro Preto foi cenário para a gravação do filme "Rebelião em Vila Rica" que tratava da...

  • Romeu e Julieta

      No ano de 1980, o Ninho do Amor serviu de palco para as filmagens de um especial da Rede Globo. Trata-se da história de Romeu e Julieta, ambientada...

  • Claude Henri Gorceix e a Escola de Minas de Ouro Preto

    Episódio pouco lembrado, talvez por ter ocorrido fora do centro político nacional, da contribuição francesa à ciência e à cultura brasileiras foi à...